mais sobre mim

recentes

A primeira corrida de 200...

L. Campeões: FC Porto gan...

L. Campeões: Sporting per...

UEFA: Sorteio dos Quartos...

L. Campeões: Sorteio da F...

Liga Sagres: Comentário a...

Pequim 2008: Nélson Évora...

Pequim 2008: Vanessa Fern...

Sporting conquista Supert...

Pequim 2008: Delegação Po...

arquivos

pesquisar

 

Abril 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30



Google






tags

todas as tags







Sábado, 13 de Outubro de 2007

Futebol: são mais os emprestados que os do plantel

Excedentários de plantéis gordos ou jovens imberbes no mundo do futebol profissional. Têm todos contrato profissional com um dos três grandes de Portugal mas, por algum dos motivos supracitados, são forçados a procurar o seu próprio espaço noutras paragens.


Uma despesa inútil ou um investimento acertado a médio-longo prazo? Haverá de tudo, naturalmente. 


No Sporting, a lista é ligeiramente menor. São duas dezenas os jogadores que «rodam» fora de Alvalade e todos têm a juventude como denominador comum. Os mais experientes serão Silvestre Varela (Recreativo de Huelva) e Paulo Sérgio (Portimonense), que já fizeram parte do plantel sénior dos leões. O nome de Marcelo Labarthe , agora no Grémio, soa a «intruso» no meio de muitos jovens prometedores.


O Porto, por exemplo, têm nomes como Fatih Sonkaya e Lucas Mareque , que poucas ou nenhumas hipóteses terão de regressar ao F.C . Porto. Mas, por outro lado, Paulo Machado e Vieirinha , internacionais sub-21 cedidos ao Leixões, Bruno Gama, uma das maiores figuras do Mundial sub-20 e agora no Setúbal, e Hélder Barbosa, o irreverente esquerdino que veste o negro da Académica, são atletas a merecer atenção especial. Ibson , no Flamengo, é também um médio de inatacável qualidade e que ainda recentemente prolongou a ligação ao F.C . Porto.


Finalmente, o Benfica. Na equipa da Luz passa-se um pouco aquilo que verificámos com o F.C . Porto. A mistura de atletas ainda «verdes» e outros que, por um outro motivo, nunca se impuseram no clube. Casos de Marco Ferreira, Karyaka e Marcel .


Aqui fica a lista completa de jogadores emprestados pelos três maiores clubes de Portugal.


Sporting:

Defesas:
Emídio Rafael e Miguel Ângelo (Portimonense); André Marques (U. Leiria); Daniel Carriço (Olhanense), Marco Lança (Mafra) e Tiago Pinto (Olivais e Moscavide);


Médios:
Zezinando (Atlético), Celestino (Estoril), Fernando Ferreira (Massamá), João Gonçalves (Olivais e Moscavide), David Caiado (Estoril), Fábio Paim (Trofense), Marcelo Labarthe (Grémio), João Martins (Olhanense) e André Pires (Massamá);


Avançados:
Silvestre Varela (Huelva), Rui Fonte (Arsenal), Yannick Pupo (Juventude de Caxias), Alison (Olivais e Moscavide), Carlos Saleiro (Fátima) e Paulo Sérgio (Portimonense).


F.C . Porto:

Guarda-redes:
Bruno Vale (Varzim) e Paulo Ribeiro (Olhanense);


Defesas:
Sonkaya (Roda), João Pedro (Penafiel), Steven Vitória (Olhanense), Ezequias (Leixões), Lucas Mareque (Independiente) e Nuno André Coelho (Portimonense);


Médios:
Nuno Coelho (Portimonense), Fernando e Luís Aguiar (E. Amadora), Ibson (Flamengo) e Paulo Machado F.C . Porto);


Avançados:
Candeias e Ukra (Varzim), Renteria (Estrasburgo), Rabiola e Alan (V. Guimarães), Bruno Gama e Cláudio Pitbull (V. Setúbal), Ivanildo e Hélder Barbosa (Académica), Vieirinha e Diogo Valente (Leixões) e Zequinha (Penafiel).


Benfica:

Guarda-redes:
Moretto (AEK) e Walter Moraes (Olhanense);


Defesas:
Pedro Correia (Olhanense), Sretenovic e Tiago Gomes (Zaglebie Lubin) e José Fonte (Crystal Palace);


Médios:
Diego Souza (Grémio), João Coimbra (Nacional), Kaz Patafta (Melbourne), Karyaka (Saturn) e Dany (Freamunde);


Avançados:

Manu (AEK), Marco Ferreira (Leicester), Paulo Jorge (Málaga), Jaílson (Sp. Braga), Marcel (Grémio), Inzaghi (Chaves) e Canales (Cluj).


Na maior parte das vezes é um desperdicio de tempo e dinheiro, mas por vezes há alguns que voltam ao clube de origem e que conseguem impor-se.


O menos mau é o Sporting (quase todos são jovens jogadores), com a melhor escola do pais, senão do Mundo, não consegue colocar todos eles na equipa principal pondo-os em outros clubes para ganharem experiencia e maturidade. É verdade que com a maior parte não resulta, mas existem alguns casos de sucesso (Miguel veloso, Yannick Djaló, Pereirinha), e alguns casos de esperança (Tiago Pinto, André Marques, João Martins)


O Porto esta num patamar intermédio, tem jogadores que é para "esquecer" já com alguma idade e com varios emprestimo, poucas hipoteses terão de regressar, mas têm alguns jovens jogadores que poderam ainda ter um bom futuro e um regresso ao Porto Vieirinha , Ivanildo, Bruno Gama, Bruno Vale)


O Benfica é claramente o pior, é o reflexo da politica de contratações dos ultimos anos. São poucos os jogadores jovens emprestados e poucos os que são falados, portanto poucos ou nenhuns que poderam um dia voltar ao Benfica, por outro lado jogadores já maduros, banais e mediocres que nunca se impuseram e que nunca foram alternativas viaveis (Paulo Sergio, Manu, Marco Ferreira, Marcel )



publicado por desporto-global às 00:21
link do post | comentar | favorito


links







subscrever feeds

blogs SAPO